terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Com destino


henry cartier-bresson©


Bala sabe que peito fere. Faca, também.
Dor, não. Mente.



Márcia Maia


4 comentários:

Maria G. disse...

Gosto da objectividade que as palavras carregam.

M.G.

heretico disse...

a dor disfarça...

beijo

dade amorim disse...

Com certeza...
Beijo, Márcia.

Ft disse...

Sempre venho.
Sempre paro.
Sempre reflito.
E como um liquidificador...
...vou emanando os sons mais quebrados...
...que se diluem em mim.

Culpa sua. Adoro!