domingo, 9 de outubro de 2011

Das coisas boas da vida


23.09.2011




















I

Quantos anos você faz, papai? pergunta Manuela, quatro anos, na hora de colocar as velas no bolo. Trinta e seis, responde Felipe. Ao que Letícia, nos seus sete anos, retruca num misto de exclamação e pergunta: três dezenas e seis unidades?! Ela cresceu, penso eu, mãe e avó corujíssima, ao mesmo tempo em que Silvinha, a mãe, rearruma as velas: três velas brancas grandes e seis velinhas cor-de-rosa pequeninas.

II 

Última sexta-feira do mês, conselho de classe na escola, Manuela fica em casa, sem aula. E aí, Manu, vai ficar descansando, de pernas pro ar? alguém pergunta. E ela, na semi-seriedade dos seus quatro anos, responde mostrando a boneca: Não, vou tomar conta de Clarisse porque dei folga à babá.

...

Pois é, elas crescem, mas nunca deixam de me surpreender e encantar.


Márcia Maia



3 comentários:

Antonio Siqueira disse...

Que seja eterno o amor!
Que seja eterno esse amor, marcia!
bjus

mfc disse...

Tanta ternura...
Os meus parabéns por te encantares com estas pequenas coisas importantíssimas!

heretico disse...

beijo.

família bonita!