terça-feira, 21 de junho de 2011

quase um haicai




















úmida seda
dança de inverno à janela
cortina d'água



Márcia Maia


4 comentários:

mfc disse...

Amargura envolta em seda!

Alvaro disse...

Uma gota escorre
pela janela úmida.

lágrima pelo dia

hfm disse...

quando a água se faz tinta
os teus olhos escorrem
na poesia o sol

Belo!

Constantino, Guardador de Vacas disse...

É um gato que foge
da húmida parede
onde escorrem lágrimas.