sábado, 16 de outubro de 2010

emersão

stockphotos©














exíguoespelhoespaço
espiralerguida
entreadoreosalto

feraencravada
entreacórneaearetina
amormorrente

entreapresaeoato
alínguaodenteosangueagarra

eumtigresuspensonoolhar



Márcia Maia


6 comentários:

Marcantonio disse...

Belo e incomum poema. Exige do olhar um esforço para discernimento.

Abraço.

Nálu Nogueira disse...

fascinante.
c devia estar bombando no twitter!

heretico disse...

entreasurpresa
eodeslumbre...

beijos

Antonio Siqueira disse...

emergí

Antonio Siqueira disse...

observando, analizando, por cima. ...beijos

Flá Perez (BláBlá) disse...

que final!