sábado, 28 de agosto de 2010

anteflorir



porque as tardes azulecem
há um breve despertar das
cicatrizes —
flores bizarras em jardins
de pele e sangue —
se antecipando à primavera
confirmando que em agosto
é sempre inverno
mesmo quando travestido de verão



Márcia Maia


Um comentário:

Felipe Marques disse...

todas as estações num poema só

sensacional

abraços e beijos