sábado, 5 de junho de 2010

crepuscular



brusco e róseo
no asfalto molhado — o grito

(sangue salpicado no vestido
e um buquê desfolhado na lata do lixo)



Márcia Maia


2 comentários:

heretico disse...

vestido branco. certamente.

em harmonia com o grito. absoluto.

beijo

dade amorim disse...

Ai, essas quedas livres...