segunda-feira, 21 de março de 2011

o poema


parco verso-raro
abismo entre o silêncio e o grito
antes do salto


Márcia Maia


4 comentários:

heretico disse...

a tensão do arco. antes do acorde...

belíssimo

beijos

samuca santos disse...

tá de brincadeira, márcia: cada dia mais afiada!...

Celso Mendes disse...

ao melhor estilo do mestre Leminski sem perder a identidade própria: PERFEITO!

cada vez melhor te ler...

beijo.

curso disse...

você nunca erra, Márcia.
muito bom!