sábado, 17 de julho de 2010

epigrama


em cada verso de amor
há um naufrágio iminente
um tsunami descrente
seu imanente furor

e um campo de margaridas

o resto é tolice
(artifício de escrita)
acácia desflorida no verão



Márcia Maia


2 comentários:

Graça Carpes disse...

O melhor do amor? O campo de margaridas... Talvez.
Bjo
:)
http://pulsarpoetico.zip.net

heretico disse...

há que desfolhar as margaridas. antes que o tsunami as leve...

belíssimo.

beijos